quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Privada turca - por Gladstone Campos

Gladstone Campos, meu fotógrafo preferido, me enviou hoje duas fotos sensacionais por e-mail. É de um banheiro, claro!
Adorei o material e fiquei um tanto quanto curiosa quando olhei bem pras fotos e me deparei com uma privada grudada no chão. Gente, o que é isso?
Bom, o banheiro que Glads fotografou é de Buenos Aires, fica em um posto de gasolina perto do estádio La Bombonera. A privada fica no chão mesmo e esse tipo de "latrina" é conhecida como "privada turca".

Cara, eu nunca tinha visto um troço desses. Imaginem usar isso aí? Pra homem é fácil, né?! É só mirar e beleza. E pra mulher? Haja panturrilha, viu?! Ficar de cócoras é horrível, mas... é o único de jeito pra esvaziar a bexiga.
Mas, e pra fazer cocô, hein?! Nossa, não gosto nem de pensar!

Tava pesquisando sobre o termo "privada turca" no Google quando achei esse blog e justamente encontrei um post onde o cara dá dicas de como usar a privada turca para passar um fax. Caguei Chorei de rir. Que situação mais constrangedora, minha gente!!!


É bom pra eu ir conhecendo mais como são os banheiros da gringa. Imaginem eu, em Paris, com dor de barriga, enfrentando uma privada turca? SOCORRO!

O assunto me rendeu boas risadas e me proporcionou mais um pouco de conhecimento no assunto.
Obrigada, Glads!

2 comentários:

  1. Nem precisa ir muito longe. Já vi posto em Santo André com isso aí e locais em SP tb

    ResponderExcluir
  2. Olá pessoal.

    Eu tenho uma teoria que explica o fato porque tantas mulheres não conseguem hoje em dia parir seus filhos de forma natural e sim com métodos cirúrgicos.

    É a seguinte: antes da popularização de vasos sanitários a população usava era mesmo as "privadas" no fundo do quintal, a qual era apenas um buraco escavado no chão, tampado com tábuas e um pequeno buraco a gente fazia pontaria para pra descarga.

    Desde criança (é claro, as meninas também) que todos faziam este tipo de ginástica diariamente o que causava um fortalecimento da musculatura das pernas e eu diria que afetava a parte óssea da bacia o que facilitaria o parto natural quando fosse ocorrer.

    Como as mulheres de hoje não fazem mais este movimento, isto prejudica a possibilidade de um parto natural.

    Abraços

    Alcy Inacio

    ResponderExcluir